sexta-feira, 8 de julho de 2011

Essas meninas

As alegres meninas que passam na rua, com suas pastas escolares, às vezes com seus namorados. As alegres meninas que estão sempre rindo, comentando o besouro que entrou na classe e pousou no vestido da professora; essas meninas; essas coisas sem importância.

O uniforme as despersonaliza, mas o riso de cada uma as diferencia. Riem alto, riem musical, riem desafinado, riem sem motivo; riem.

Hoje de manhã estavam sérias, era como se nunca mais voltassem a rir e falar coisas sem importância. Faltava uma delas. O jornal dera notícia do crime. O corpo da menina encontrado naquelas condições, em lugar ermo. A selvageria de um tempo que não deixa mais rir.

As alegres meninas, agora sérias, tornaram-se adultas de uma hora para outra; essas mulheres.

(Carlos Drummond de Andrade)

01) A que gênero textual esse texto de Drummond pertence? Por quê?

02) O texro pode ser dividido em duas partes bem distintas e que são contrastantes. Indique essas partes e a ideia central de cada uma delas:

03) A partir de que elementos podemos caracterizar as personagens como adolescentes?

04) Como o narrador sublinha a alegria das meninas, na primeira parte?

05) As "coisas sem importância" deixam de existir na segunda parte. Que expressões revelam isso?

06) O que o texto denuncia?

07) Pode-se dizer que a violência aconteceu apenas com a menina assassinada? Justifique sua resposta:

08) Dê um novo título ao texto:

09) Observe, nas duas partes, o emprego dos tempos verbais. O que percebeu de interessante? Explique:

10) Crie a possível notícia de jornal que contou sobre o crime de uma das meninas:

Um comentário:

  1. Dona Dequinha, quanto mais visito suas páginas, mais me encanto com suas atividades! Continue assim, sou sua fã! Sandra

    ResponderExcluir

Deixe aqui a sua contribuição para a Arte e Manhas da Língua também!!! Muito obrigada!!!